Analisando os concorrentes, como e porquê?

[et_pb_section fb_built=”1″ admin_label=”section” _builder_version=”4.4.7″ custom_margin_tablet=”” custom_margin_phone=”0px||||false|false” custom_margin_last_edited=”on|desktop”][et_pb_row admin_label=”row” _builder_version=”3.25″ background_size=”initial” background_position=”top_left” background_repeat=”repeat”][et_pb_column type=”4_4″ _builder_version=”3.25″ custom_padding=”|||” custom_padding__hover=”|||”][et_pb_text admin_label=”Text” _builder_version=”4.4.7″ text_font_size=”20px” text_line_height=”1.8em” background_size=”initial” background_position=”top_left” background_repeat=”repeat”]

Quando analisamos os concorrentes, muitas vezes nos pegamos observando aspectos superficiais do serviço ou produto, como por exemplo: Qual cor eles usam, qual o estilo de comunicação, como é o layout do site ou quais são os preços do serviço. Uma análise de concorrentes deve focar em entender qual é a interpretação que o usuário daquele serviço tem em relação ao valor que ele entrega, um exemplo clássico é o da Apple.

Os produtos da Apple são extremamente centrados na experiência individual e todo o processo de aquisição começa muito antes de começar a usar, os anúncios dos produtos estimulam os consumidores a almejar ter o produto mais do que apenas ter o produto. Outro aspecto que conseguimos analisar é o processo de compra dos dispositivos, o ambiente das lojas tem todo um aspecto futurístico e o atendimento é bem acolhedor, o que influencia o usuário a se sentir confortável tornando-o mais suscetível a compra.

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row column_structure=”1_2,1_2″ _builder_version=”4.4.7″][et_pb_column type=”1_2″ _builder_version=”4.4.7″][et_pb_text _builder_version=”4.4.7″ text_font=”||||||||” text_font_size=”20px” text_line_height=”1.8em”]

Na época do lançamento do primeiro ipod, todos os dispositivos portáteis para músicas necessitavam ser carregados antes do primeiro uso, Don Norman do Nielsen&Norman Group havia entrado para a Apple na mesma época e fez estudos sobre esse diversos aspectos envolvendo os produtos e como os usuários se relacionavam com esse tipo de dispositivo e encontrou esse pequeno detalhe que fez toda a diferença na consolidação da Apple, na revolução da reprodução de música individual e de maneira portátil. Ele sugeriu que todos os dispositivos já viessem com um pouco de bateria. Esse foi um grande diferencial e o iPod tornou-se número 1 de vendas.

[/et_pb_text][/et_pb_column][et_pb_column type=”1_2″ _builder_version=”4.4.7″][et_pb_image src=”https://kavicki.com/wp-content/uploads/2020/05/ipod.png” title_text=”ipod” _builder_version=”4.4.7″][/et_pb_image][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row _builder_version=”4.4.7″][et_pb_column type=”4_4″ _builder_version=”4.4.7″][et_pb_text _builder_version=”4.4.7″ text_font_size=”20px” text_line_height=”1.8em”]

O maior benéfico de se analisar além do superficial é poder aprender o que seu corrente faz de maneira bem sucedida e que atende o objetivo do usuário, entender onde ele errou e o que você pode fazer para não cometer os mesmos erros.
Ter um mindset centrado em como é para o seu cliente ainda é algo muito mitigado pelas empresas e que pode ser provado com dados e pesquisas. A melhor hipótese de solução com o maior impacto e menor esforço deve ser implementada e consequentemente melhorada de acordo com o que os seus usuários determinam como necessidades, o mundo moderno está sempre se atualizando e os produtos também precisam acompanhar a essas inovações.

Espero que tenham gostado, um abraço!

[/et_pb_text][/et_pb_column][/et_pb_row][et_pb_row _builder_version=”4.4.7″ custom_margin=”50px||||false|false”][et_pb_column type=”4_4″ _builder_version=”4.4.7″][et_pb_text _builder_version=”4.4.7″ text_font=”|700|||||||”]

Artigos Relacionados

[/et_pb_text][et_pb_blog fullwidth=”off” posts_number=”3″ _builder_version=”4.4.7″][/et_pb_blog][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section][et_pb_section fb_built=”1″ _builder_version=”4.4.6″][et_pb_row _builder_version=”4.4.6″][et_pb_column type=”4_4″ _builder_version=”4.4.6″][et_pb_comments _builder_version=”4.4.6″ custom_button=”on” button_text_size=”16px” button_text_color=”#ffffff” button_bg_color=”#000000″ button_border_width=”0px” button_alignment=”center” box_shadow_style_button=”preset1″][/et_pb_comments][/et_pb_column][/et_pb_row][/et_pb_section]

Por Jorge Kavicki

Tenho 27 anos de idade e 10 de experiência em design. Designer focado na experiência do usuário e suas aplicações em produtos e serviços.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *